Weby shortcut
instagram link
Youtube-play
Flickr
Link Coluna 12-03 - Uma cidade laboratório

Uma cidade laboratório

Tema: Uma cidade laboratório

Veículo: Diário da Manhã

Número: 11.103

Página: 19

Caderno: Opinião Pública

Data: 12/03/2018

 

Uma cidade laboratório

A sociedade contemporânea é uma invenção da Ciência. Ela só se consolidou enquanto modelo e só se mantém graças ao que a Ciência já inventou, e cria uma demanda constante de novas invenções. Energia elétrica, tratamentos de saúde, técnicas de produção, escoamento e consumo de alimentos, métodos de deslocamentos... é um número quase sem fim de procedimentos que sustentam nossa sociedade, todos eles fundamentados e sustentados por modelizações da ciência.

A própria tecnologia, entendida como conhecimento de técnicas cientificamente comprovadas, deve à Ciência sua existência. Os modelos de produção, circulação e consumo de informações e a conversão de quase tudo em informação têm na tecnologia seu sustentáculo. Toda a movimentação financeira e informacional que sustenta o fluxo de decisões, pessoas e processos segue a dinâmica dos sistemas tecnológicos, desenhados pela Ciência, formando vias vicinais da sociedade, servindo de termômetro para decisões e comportamentos, além de apontar os vetores de demandas para novas prospecções científicas. O modelo sustenta o número recorde de pessoas no planeta, transformando a sociedade em períodos cada vez menores, em um contínuo movimento de aceleração.

As empresas de tecnologia avançam e alavancam os setores produtivos, invertendo, inclusive, o movimento de transferência tecnológica: atualmente, as empresas de ponta avançam mais velozmente que as instituições acadêmicas. Em terras brasileiras, os estudos acadêmicos por vezes ficam para trás das novidades de mercado, que já se habitua a contratar doutores e mestres e a terem suas equipes de pesquisa, gerando patentes e desenvolvimento. Em países desenvolvidos, as empresas lideram o ranking de patentes há alguns anos.

Todo esse contexto gera uma realidade cada vez mais evidente: os melhores laboratórios não estão em centros de pesquisas, mas são as cidades, com toda a complexidade e dinamismo que, em laboratórios, precisam ser simulados. A perspectiva real de testes e validação de soluções tecnológicas encontra o terreno mais fértil justamente nas cidades, tidas como laboratórios a céu aberto. As cidades oferecem o contexto ideal para validação de novas soluções, sejam produtos ou serviços, em suas várias vertentes: viabilidade técnica, econômica, impacto social, adesão popular e outras, com a vantagem de agregar o valor do crivo popular e de especialistas em gestão municipal, a partir do acompanhamento que o executivo realiza, ao longo da aplicação dos testes de validação.

Em terras goianas, Aparecida de Goiânia sai na frente, com a aprovação de uma Lei que regulamenta a realização de testes de soluções inovadoras e de interesse social. A Câmara Municipal de Aparecida de Goiânia aprovou, no último dia 6 de março, essa importante ferramenta que cria no município o conceito de cidade laboratório. A Lei compõe os projetos de conversão da cidade em uma cidade inteligente, marca da atual gestão, que divide águas e lança a cidade rumo ao futuro. Ao disponibilizar a cidade para a realização de validação de produtos e processos inovadores, a cidade cria condições de atração de empresas de todo o mundo, empresta seu nome para tais validações e fomenta o fortalecimento de suas empresas, no apoio imprescindível do setor público para as iniciativas privadas. Para além de cobaia, o município ganha ao conhecer e testar as soluções tecnológicas que acompanha, resultando em ampliação de repertório e melhores possibilidades de contratação posterior. Mais ainda, atrai investimentos e empresas, que podem abrir seus departamentos de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação em Aparecida, facilitando os testes finais de validação pública de seus processos e produtos. 

Se as cidades são os novos laboratórios, Aparecida dá um passo importante para firmar-se como um dos primeiros municípios brasileiros a enxergar esse futuro e, mais que isso, a trazer o futuro para perto de si, de seus cidadãos e das empresas que são atraídas pelas possibilidades de validar produtos, com o selo de qualidade de uma cidade que tatua em sua pele o signo da inovação.

Clique aqui para ler o artigo publicado.

Print Coluna 12-03 - Uma cidade laboratório.

Categorias: Artigo Artigos Científicos #Artigo artigos