Weby shortcut
instagram link
Youtube-play
Flickr
Link Coluna 16-04 - Museu Casa de Cora

Museu Casa de Cora Coralina: uma casa de poesia

Tema: Museu Casa de Cora Coralina: uma casa de poesia

Veículo: Diário da Manhã

Número: 11.138

Página: 19

Caderno: Opinião Pública

Data: 16/04/2018

 

Museu Casa de Cora Coralina: uma casa de poesia

Visitar o Museu Casa de Cora Coralina, na cidade de Goiás, é uma rica experiência. Não apenas pelo contato com a casa onde viveu a mais ilustre poetisa goiana, mas também pelas intervenções tecnológicas que o Museu tem implementado, em parceria com o Media Lab / UFG. Dessa parceria iniciada em 2015, resultou o projeto de uma casa feita de poesia, com fragmentos dos poemas de Cora Coralina por todo o percurso da visita.

Baseado em um verso coralino que afirma que água, terra e ar constituem o triângulo da vida, a equipe da UFG instalou aparatos tecnológicos que lançam poesia no ar, na água e na terra, além de implementarem um videowall e um mini estúdio de fotografia com chroma key, técnica utilizada no cinema e TV para alterar o cenário. Diante da boa repercussão da iniciativa, que teve patrocínio da Caixa Econômica Federal através de edital público, uma nova etapa também foi aprovada e o Museu Casa de Cora Coralina ganha novidades a partir do dia 20 de abril.

A casa passa a declamar poesia. Um dos projetos, instalado em um cantinho, é de uma parede que sussurra poesia. A equipe se desdobrou para implementar o projeto, que usa fones especiais que produzem som por vibração, para dar a impressão de que a parede declama versos da poetisa. É uma casa de poesia, proporcionando uma visita poética em um dos melhores museus-casas literárias do país.

O quintal, que a partir de agora se abre à visitação, apresenta um café, instalado em meio às fruteiras que renderam doces à menina feia da ponte da Lapa que se considerava melhor doceira que poetisa. Com iluminação cenográfica e projeções de letras - até a sinalização é por projeções -, o quintal se impõe como um lugar inspirador, como sempre foi para Cora, agora aberto para o mundo.

Ainda no dia 20 de abril, a Agência Estadual de Turismo, Goiás Turismo, lançará oficialmente o Caminho de Cora, com seus 284 km para caminhantes que aceitarem a tarefa de coletar versos no trajeto compreendido entre Corumbá e Goiás. Ao final, na velha casa da ponte, os andarilhos receberão um merecido certificado. O trajeto se inspira em caminhos como o de Santiago de Compostela, na Espanha, mas aqui é movido pela cultura, em um trajeto de reconhecimento da história goiana, com sua arquitetura, seus cantos, recantos e versos.

Ainda no Museu, o visitante poderá acompanhar, com óculos de realidade virtual, a filmagem da chegada do Caminho de Cora, em uma cena aérea produzida com o uso de um drone, em imagens em 360 graus. Uma imersão que vale a pena se lançar. O Museu Casa de Cora Coralina ensina, com essas ações, que não guarda somente o passado: inventa o futuro, de mãos dadas com o melhor laboratório de mídias interativas da América Latina, o goianíssimo Media Lab / UFG.

Clique aqui para ler o artigo publicado.

Print Coluna 16-04 - Museu Casa de Cora.

Categorias: Artigo Artigos Científicos #Artigo artigos